.
.
  Canais
Página inicial
Fale com Paulo Nunes
Perfil
Comentários: regras
Vitória da Conquista
 
  Colunistas
Jeremias Macário
Luciano Pires
Francisco Silva
Ezequiel Sena
Paulo Pires
Dimitri Laguna
Jarbas Lacerda
Mozart Tanajura
Ruy Medeiros
Paulo Araújo
Paulo Nunes
 
  Institucionais
Municípios da Bahia
Assembléia Legislativa
Câmara dos Deputados
Câmara de Conquista
Revista Envolverde
Última Instância
 
  Serviços
Bancos
Correios
Previdência Social
Lista Telefônica
Loterias
Previsão do Tempo
Receita Federal
 
  Tempo
Previsão do Tempo
Todas as cidade da Bahia
 
 
 
 
 
Colunas: Ruy Medeiros
 
 
Há 44 anos, um desesperado maio
comente imprima
:Publicado em 17/05/2008, às 08:11

Por Ruy Medeiros*
para Érico Gonçalves Aguiar, in memorian

Antecedentes

As eleições de 1962 foram bem polarizadas em Vitória da Conquista. Apesar de concorrerem ao mandato de prefeito mais de um candidato, a disputa esteve mesmo entre José Fernandes Pedral Sampaio, candidato da coligação PSD/MTR, e Jesus Gomes dos Santos, candidato da coligação UDN./PRP. Dr. Hugo de Castro Lima, apesar do grande prestígio que gozava na cidade, candidato do PTB, não conseguiu ampliar sua candidatura, e Jorge Stolz Dias, que houvera sido barulhento prefeito numa interinidade, candidato pelo PSP, não tinha expressão eleitoral suficiente.

(Clique aqui e veja a íntegra da matéria)

 
 
Conquista: Poder e Conflito nos anos 30 do Século XX
comente imprima
Publicado em 02/01/2008, às 08:30

Por Ruy Medeiros*

Realistas e idealistas

Resultante da crise político-social dos anos 20, agravada com a expansão da crise econômica de 29/30, houve a aglutinação de setores da oligarquia com o tenentismo. Luís Carlos Prestes chegaria mesmo a dizer, em carta do exílio, que muitos companheiros abandonaram a revolução para ingenuamente acreditar em promessas da oligarquia.

Em Vitória da Conquista, como no restante do país, as disputas partidárias acirraram. A disputa eleitoral nacional aqui teve reflexos inevitavelmente. Para apoiar a campanha da Aliança Liberal e igualmente melhor organizar-se para embates políticos locais, Deraldo Mendes Ferraz, Júlio Guimarães Lacer-da, Laudionor Andrade Brasil, Bruno Bacelar de Oliveira, Manoel Januário de Andrade, Firmino Gusmão, Virgílio Men-des Ferraz, José Vieira Freitas, Antônio Vicente de Andrade, Juvenal Pinheiro de Andrade e outros fundaram, em 10 de novembro de 1929, o Partido Liberal Conquistense.

(Clique aqui e veja a íntegra da matéria)

 
 
Notícia da velha casa de oração
comente imprima
Publicado em 01/01/2008, às 08:18

Por Ruy Medeiros*

A tradição sobre a origem da primeira casa de oração de Vitória da Conquista é bem conhecida : João Gonçalves da Costa teria prometido a Nossa Senhora a construção de uma igreja se a santa lhe concedesse a vitória numa luta contra os nativos do Sertão da Ressaca.

Dr. Tranquilino Torres, em seu trabalho “O Município da Vitória” (publicado pela primeira vez em 1888) recolheu a tradição, depois repassada por Durval Vieira de Aguiar, que o copia (“Descrições práticas da Província da Bahia”,1888), e por Dr. Francisco Vicente Viana (Memória sobre o Estado da Bahia”, 1893). Outros repetiram a informação que é transmitida de geração após geração .

(Clique aqui e veja a íntegra da matéria)

 
.
  Outros canais
Conquista Bairro a Bairro
Artigos
Entrevistas
Cidadania
Especiais
Imagens
Polícia
Artistas
Saúde
Meio Ambiente
Música
Esporte
Vídeos
Conheça sua cidade
 
  Apoios
.
.
.
.
Hoje Pesquisas
.
Fainor
.
Águia Filmes
.
  BlogTV
.
.